saúde cuidados

A saúde do corpo e da mente

A saúde do corpo e da mente

O ser humano, neste mundo moderno parece dominado pelo intelectual, ao mesmo tempo em que tende a se tornar uma mera máquina que continua a produzir mais e mais. A própria vida é usinada e perdeu muito de sua vitalidade, naturalmente. No final, tudo se resume a um consumo saudável. Mesmo as nossas relações com os outros pode cair no vazio esmagador. O que resta, então, de nossas aptidões?

A unidade do corpo e da mente é a chave para encontrar uma forma holística e saudável. O Pensamento ocidental tem sido caracterizado sobremaneira por trazer a abordagem de que vivemos em um mundo sob a tirania da mente conceitual, afastando de si, outros aspectos de nosso ser. Desde Platão sofrer as consequências dessa direção, considerando o corpo como “prisão da alma.” A harmonia do corpo está diretamente ligada ao espírito.

A energia vital ocorre, principalmente, em quatro níveis: físico, emocional, mental e espiritual. Se ativer a um estado momentâneo desta energia, nós sofremos Psicoterapias lida em desbloquear a pressão energética em determinados níveis do ser as vias espirituais em outros.

De qualquer forma, é vital redescobrir essa capacidade de autoconhecimento e esclarecer todos os cantos insalubres de nosso ser. É essencial que nós façamos um esforço para encontrar uma boa maneira de restaurar a nossa “vida sã”. Uma chave para alcançar isso é a prática da meditação para alcançar a paz. O fundamental do Budismo é acordar e acessar um estado de saúde global, enfrentando o mesmo e, então, levar os outros a ter esta experiência.

O que é Meditação Zen?

O termo japonês Zen é a transliteração da palavra chinesa Ch’an, que em si é uma abreviação de Ch’an-na. Esta é uma transliteração chinesa da palavra sânscrita dhyana. Dhyana poderia ser traduzido como “absorção” ou “reabsorção”. A prática da meditação Zen permite ao indivíduo se conectar conscientemente com a fonte primordial de vida. Esta ligação tem o poder de reduzir ou tirar o medo da morte e da mudança, ou dito de outra forma, reduz-se o apego a um indivíduo e do conceito do eu. Como discutido abaixo, esse apego ao budismo é a causa de qualquer desequilíbrio e doença e, portanto, de todo o sofrimento.

Em um sentido geral, o budismo é uma terapia a dor humana, entendida não apenas como a dor física, mas principalmente como dor existencial. É impossível entender a ação terapêutica de qualquer remédio, se considera o contexto conceitual em que foi criado e aplicado. O contexto da meditação Zen é dado pela experiência e ensino do Buda Sakyamuni, fundador da história do budismo. O Buda Sakyamuni começou sua busca espiritual depois confrontado com o fato de que a realidade humana é marcada por sofrimento. O Buda expôs seu sistema de cura através de chamadas Quatro Nobres Verdades: Primeiro Nobre Verdade se refere aos sintomas enfermidade humana, a segunda para as causas, o terceiro afirma a capacidade dos seres humanos para atingir o estado de saúde, o quarto é o tratamento.

1 °. A verdade do sofrimento. A dor e o sofrimento existencial são sintomas universais do estado de doença ou perda de equilíbrio. Cada paciente trata de cura conduzida por desconforto ou dor. O papel do curador é diagnosticar os sintomas e procurar a causa.

2 °. A Verdade da Causa. Sakyamuni Buddha não era um curandeiro do corpo, emocional, ou mental, à maneira ocidental entendemos o papel do médico, psiquiatra ou psicoterapeuta. Ele queria ir para a causa raiz. Ou seja, ele era um curandeiro espiritual. Sua exposição teórica e prática dizem que a causa de todas as doenças é encontrado em dois extremos, em atitudes mentais e ou emocionais. Ou seja, por um lado, o desejo e toda a família ( a ansiedade, a ganância, a ambição, vício, etc) e, em segundo lugar, no ódio e sua família (hostilidade, a rejeição, a agressão, raiva , etc.) Além disso, vai um passo além, o Buda ensinou que as duas atitudes extremas são causadas pela ignorância. No contexto budista, a ignorância é a causa de todas as doenças e sofrimento. Como tal, é importante entender o que significa ignorância no budismo. Em japonês, o termo é avidja mumyo e sânscrito, comumente traduzido como “falta de clareza mental.” Em outras palavras, a ignorância é um equívoco, ou uma percepção equivocada da realidade.

Todo organismo vivo precisa de certa percepção da realidade, tanto interno como externo, a fim de desenvolver comportamentos adaptados que permitem que ele sobreviva. A capacidade de adaptação está intrinsecamente ligada à capacidade cognitiva, ou seja, o conhecimento de que é o corpo e a realidade em que ele vive.

Para o budismo existe um erro na mente cognitiva humano que não é claramente percebida dentro da realidade interna e externa, portanto, não pode gerar comportamentos adaptados a esta realidade.

O que forma faz este erro cognitivo da mente humana?

Primeiro, através do pensamento dualista. O equívoco básico da mente humana comum é dado por um excesso de uma falta de análise e síntese, ou seja, pelo parcelamento excessivo e falta de integridade.

Segundo, através da negação da impermanência. A vida não é um estado estático, é um processo, isto é, mudança, transformação, evolução e involução, condensação, manutenção e dissolução. A vida humana não é um estado imutável, mas um processo de transformação em que absolutamente tudo no corpo humano, tanto física quanto mental, está continuamente mudando.

Terceiro, por meio da negação do altruísmo. Esta é a origem dessa neurose coletiva que chamamos grande egocentrismo, é a causa final de tanta dor e sofrimento. O que a realidade nos diz, quando percebemos mais o condicionamento do egocentrismo , é que nenhum eu pode sobreviver sem o chamado de não eu. Ou seja, eu não tenho autonomia para sobreviver por conta própria, sem a estreita interligação com o não eu. A divisão mental da realidade em si e do outro é a principal causa da ansiedade crônica que os seres humanos sofrem. Ansiedade que então se manifesta em uma ampla gama de transtornos mentais, emocionais e físicos.

3 °. A Verdade da saúde. Buda ensinou que os seres humanos têm a capacidade de criar e viver em um estado de saúde global. É um estado de equilíbrio, a paz interior, a aceitação total. O caminho para Saúde começa com o reconhecimento da doença, com a descoberta das causas e da confiança que o reequilíbrio é possível.

4 °. A verdade do tratamento. O tratamento proposto por Buda não é direcionado apenas à dissolução dos sintomas (dor, sofrimento, doença, desequilíbrio), mas a dissolução das causas, ou seja, o erro de percepção(ignorância)
A saúde do corpo e da mente

O ser humano é basicamente um ser consciente. Como vimos, com base na percepção equivocada é a atenção errada. Portanto, corrigir o equívoco pelo cultivo sistemático de atenção é a base fundamental de todo o processo de cura.

Atenção pode ser desenvolvida, concentrando-se em quatro aspectos: físico, sensorial, emocional e mental. O Zen ensina como desenvolver a atenção sobre estas quatro habilidades, mas, essencialmente, as condições mais favoráveis são dadas na postura sentada. Assim, a meditação Zen ocorre principalmente, mas não exclusivamente, na postura sentada chamado de lótus ou meio lótus. Por quê? O que está em questão é o desenvolvimento de um nível ótimo de cuidados que normalmente é sustentável. A relação ideal entre estabilidade alerta está dado na postura sentada.

Para que isso ocorre, é essencial que a estabilidade e a postura equilibrada. Daí a importância de continuamente verificados em um grupo e ter prática regular como um professor sobre a tradição com a qual a compartilhar as preocupações e experiências.

Zazen: para a unidade corpo-mente

Devemos insistir no fato de que a meditação Zen não é um sistema terapêutico no sentido usual do termo. Há uma condição física ou mental e função não é para curar doenças específicas, ou físicos ou psicológicos. A principal função da prática da meditação Zen é para esclarecer a natureza do nosso ser, que é, ajuda-nos a despertar para o que somos.

Quando há grandes mudanças em nossa consciência de ser, essas mudanças se manifestam imediatamente em nossa maneira de ser um corpo, de experimentar emoções e pensar e conceber a realidade.

Se fizermos uma breve revisão de nosso cérebro pode ver que o hemisfério esquerdo é a sede das funções verbais e intelectual, garante a vida de ego intelectual e social. O hemisfério direito é responsável pelo emocional e não verbal. Com isso, o corpo sente leis naturais. É importante que a consciência não seja “falsificada” pela predominância de um dos lados do cérebro. Durante a meditação Zen ocorre naturalmente a integração funcional de ambos os hemisférios facilitados pela postura corporal e respiração de forma justa. O que é intuitivamente (hemisfério direito) tome conhecimento no hemisfério esquerdo.

Este estado é um retorno à nossa condição normal, não é um estado especial de consciência ou um estranho estado místico. A prática da meditação Zen é estar além da ilusão e da santidade. Este equilíbrio em que tudo ocorre “em simultâneo” produz um profundo estado de bem-estar interior e exterior. Muito simplesmente, nos sentimos bem, sentimos saudável.

Conclusão Final

Budismo, Zen, considera que é possível considerar o ser humano apenas em sua função social ou ético. A dimensão natural, ou seja, aquela que diz respeito ao funcionamento do organismo, as dimensões do intelectual e afetava si deve também ser considerado. Nós vemos o ser humano como um todo integrado. Assim, o Zen é dito que quando você se senta em zazen, zazen faz todo o universo. Não há dualidade, nenhuma diferença, apenas uma harmonia perfeita em que tudo é muito bom. Este é o estado natural do nosso ser o estado de saúde, em geral, um status de “saudável”.

Assim, o despertar (satori, nirvana) é simplesmente para experimentar a condição mais óbvia e de nosso corpo e nosso cérebro. O homem de hoje perdeu o contato com essa capacidade inata de se sentir bem e é necessário para regularizar o estilo de vida. Meditação Zen é uma boa ferramenta para obtê-lo, você só tem que chegar a ele.

Meditação para Saúde Mente, Corpo e Alma.

Posts recentes Mais Visitados

Saúde Cuidados Relacionadas com A saúde do corpo e da mente

    Benefícios do cochilo para a saúde

    Benefícios do cochilo para a saúde

    O cochilo tem beneficios para a saude comprovados clinicamente. Ha algum tempo atras o cochilo foi desaprovado pela sociedade, era sinonimo de pessoa preguicosa e indolente. Mas a sesta e um bom habi...Continue Lendo

    Benefícios do Ayurveda Dietética

    Benefícios do Ayurveda Dietética

    O ritmo da vida moderna, maus habitos, stress, etc. Ele gera pobre digestao dos alimentos, a acumulacao de toxinas no corpo e atingindo desequilibrios nos casos da doenca, por essas e outras vamos fa...Continue Lendo

    Ioga conta como exercício?

    Ioga conta como exercício

    Embora ainda se acredite que o exercicio tem que ser feito com atividades intensas, como corrida, natacao ou levantamento de pesos, hoje muitos optam por alternativas como a ioga, por tao completa qu...Continue Lendo

    Ser uma pessoa criativa pode fazer você mais feliz, descobrir o porquê!

    Ser uma pessoa criativa pode fazer você mais feliz, descobrir o porquê

    Embora em nossa imaginacao esta presente a ideia de um artista so e frustrado, os cientistas sugerem que, na verdade, as pessoas criativas sao mais felizes do que aqueles que nao o sao. E que a criat...Continue Lendo

Deixe Um Comentario para Saúde Cuidados A saúde do corpo e da mente

Nenhum Comentario para Saúde Cuidados A saúde do corpo e da mente

Você está lendo um artigo da categoria: Saúde do Corpo , de nome A saúde do corpo e da mente